Documentário "The Altruism Revolution": o poder da empatia, do altruísmo e da meditação

por Helen Fernanda

Matthieu Ricard
Matthieu Ricard

Somos seres egoístas ou cooperativos? Ajudamos por altruísmo ou por esperar uma recompensa em troca? É possível aumentar nossa empatia sem aumentar nosso sofrimento? Essas são algumas das questões tratadas nesse documentário que expande nossa percepção sobre o comportamento humano e desmente algumas convicções do senso comum.

Para descobrir a origem de nossos comportamentos segregadores, pesquisadores fazem experiências com bebês. Nesses testes, já é possível perceber alguns dos motivos que levam os humanos a escolher com quem cooperar e de quem se afastar.

Crianças com soldado

No início da vida, nossas escolhas refletem instintos de proteção, sobrevivência, reconhecimento… Mas à medida em que crescemos e temos consciência desse comportamento, que mais exclui pessoas do que agrega, precisamos tomar atitudes que nos levem a ir além de nossas "panelinhas".

Uma das alternativas apresentadas para aumentar nossa empatia sem aumentar nosso sofrimento é a meditação.

"A empatia é uma qualidade efetiva. O outro sofre, você sofre com ele. Mas se sofrer cada vez mais, não poderá ajudar ninguém. Você se apequena por essa angústia empática. Então tem que envolvê-lo em algo, em um estado mental que seja extremamente construtivo e positivo que é a compaixão e o amor altruísta."

Matthieu Ricard

O documentário The Altruism Revolution está disponível na Netflix.

Boa reflexão!

Foto do soldado: skeeze | Pixabay

Comentários

Inspire-se